Aspirar o narizinho das crianças: sim ou não?

Os bebés têm as vias nasais estreitas, ficando facilmente obstruídas com a presença de secreções, dificultando a respiração o que causa bastante desconforto na hora da alimentação e do sono.

A aspiração das secreções nasais com recurso aos aspiradores de sucção é uma técnica universalmente utilizada pelos pais para aspirar/sugar as secreções, e consiste na introdução da ponta do aspirador na narina do bebé enquanto se exerce uma força de sucção através de um bucal.

Embora não seja a técnica de eleição para a desobstrução nasal, pode ser uma estratégia eficaz quando se trata de uma obstrução ligeira das fossas nasais, desde que seja realizada de forma segura e adequada para não provocar lesão da mucosa das narinas dos bebés. Assim, os pais devem optar por escolher um aspirador nasal ergonómico de forma a ser mais confortável para o bebé. O primeiro aspeto fundamental a ter em conta é que cada aspirador nasal é de uso individual! Antes da primeira utilização, o aspirador deve ser lavado em água quente corrente, e este procedimento deve ser repetido imediatamente após cada utilização. No entanto, é importante ter em conta que os filtros são de utilização única! Antes de proceder à aspiração do nariz, deve-se introduzir umas gotas de solução salina isotónica na narina a ser aspirada, para humedecer as secreções e facilitar o procedimento. Na altura de aspirar, deve-se introduzir delicadamente a ponta do aspirador na narina do bebé, e sugar de forma suave para prevenir a lesão/irritação da mucosa nasal.

A aspiração não deve ser realizada mais de duas a três vezes por dia e caso os pais não sintam melhoria no quadro de obstrução, devem procurar aconselhamento com o fisioterapeuta respiratório ou médico pediatra.

 

Autora:

Dra. Joana Ferraz, Fisioterapeuta Respiratória

EnglishPortugueseSpanish