O seu bebé fez uma frenectomia lingual, e agora?

O corte do freio lingual (frenectomia), independentemente do tipo de freio e do tipo de intervenção realizada, implica sempre tratamento.

O freio lingual consiste em pregas finas de membrana mucosa e tecido conjuntivo que limitam a mobilidade da língua, influenciam a mobilidade da cervical e a postura do Bebé. A língua desempenha um papel fulcral na amamentação, na formação de toda a cavidade oral, na deglutição, na fala, na respiração e em toda a mobilidade do Bebé. Sempre que a língua do Bebé se encontrar com mobilidade reduzida o Bebé deve ser avaliado e tratado para permitir um correto crescimento.

 

Após uma frenectomia a mobilidade da língua melhora, no entanto, é necessário trabalhar alguns pontos de tensão para otimizar a sua função.

Realizar tratamento com um osteopata com experiência em pediatria e formação específica em ATM (articulação temporomandibular), irá ajudar o seu Bebé a melhorar não só a mobilidade da língua como também a sua postura e o seu desenvolvimento motor.

 

Autora: Dra. Patrícia Rocha, Fisioterapeuta e Osteopata

EnglishPortugueseSpanish